Gestão compartilhada traz inovações para o CFA

Gestão compartilhada traz inovações para o CFA

Chega ao fim mais um período gerencial do Conselho Federal de Administração (CFA). A gestão do biênio 2019-2020 foi marcada por muitas lutas e desafios, mas também houve muitas vitórias. Ao vencermos as eleições do CFA, no início de 2019, rompemos com um modelo de atuação autocrática e iniciamos um novo período. Com a gestão compartilhada, eu e o vice-presidente Rogério Ramos inauguramos um novo jeito de gerenciar o CFA, focado no compartilhamento de ideias e no diálogo. Os diretores passaram a ter autonomia para desenvolver seus projetos e o presidente assumiu uma postura de coordenação e liderança.

Óbvio que isso exigiu de todos uma corresponsabilidade, pois as decisões foram compartilhadas. Contudo, esse modelo também trouxe muito mais transparência e a descentralização da gestão proporcionou confiança e liberdade a todos da equipe.

Quando abrimos as portas para a multiplicidade e a diversidade, empoderamos e instigamos cada célula do nosso sistema a contribuir com sua parcela, para que o êxito fosse sempre coletivo e nunca pessoal. Foi com este sentimento de apoio, união e solidariedade que demos início ao biênio 2019-2020.

Não foi fácil vencer todas as barreiras que encontramos. Recebemos um CFA com um sério problema financeiro. Foi preciso ajustar as contas, adotar uma posição austera para balancear o planejamento e garantir a sobrevivência da autarquia. Tivemos que assumir uma postura firme e rígida inclusive quando foi necessário intervir no CRA-PA  que, por anos, também foi liderado por pessoas descomprometidas com a ciência da Administração. Ao final da intervenção, devolvemos para os profissionais de Administração um CRA limpo, renovado e pronto para recomeçar, desta vez, da maneira correta.

Apesar das limitações econômicas, potencializamos o programa de Certificação Profissional em Administração e demos continuidade e ampliação a projetos importantes como o Índice CFA de Governança Municipal (IGM-CFA) e o Sistema CFA de Governança Planejamento e Gestão Estratégica de Serviços Municipais de Água e Esgotos (CFA-Gesae); o reforço das ações de fiscalização e a parceria importante com a Secretaria Nacional de Política sobre Drogas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senad/MJSP), que já começou a render bons frutos para o Sistema CFA/CRAs e para a Justiça; o fortalecimento das ações de comunicação que culminou, inclusive na mudança de nome da antiga Câmara de Desenvolvimento Institucional para Câmara de Comunicação e Marketing; a retomada de parceria internacionais com a Organização Latino-americana de Administração (OLA), com a Organização das Nações Unidas (ONU), com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e com a Organização Mundial de Saúde (OMS); a expansão do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para os regionais e do portal modelo, que trouxe uma identidade única para os sites dos CRAs; entre outras iniciativas.

Ao final de 2019, ainda com um orçamento apertado e sob a ameaça da Proposta de Emenda à Constituição n.º 108 de 2019, que dispõe sobre a natureza jurídica dos conselhos profissionais, decidimos pausar alguns projetos a fim de estarmos prontos para períodos muito difíceis. Contudo, não sabíamos que 2020 viria com uma pandemia. A chegada da Covid-19 nos pegou de surpresa e impôs novos desafios ao CFA.

A doença provocou não apenas mortes de vidas, mas também o fim de muitas empresas e empregos. A receita do Sistema CFA/CRAs que já estava comprometida ficou ainda mais delicada. Rapidamente, solidários às vítimas da pandemia, decidimos adiar o pagamento da anuidade e o prazo para negociar débitos com os CRAs. Nossos colaboradores foram dispensados para o teletrabalho e cancelamos toda a nossa agenda de reuniões e eventos presenciais. Por falar em eventos, todos aqueles previstos para 2020 foram reagendados para o ano seguinte.

Por meio de aplicativos, promovemos reuniões a distância e tomamos importantes decisões em home office. Nosso trabalho não parou nenhum segundo e continuamos focados em promover a profissão e, inclusive, foi durante esta crise que criamos um projeto que ajudou muitos pequenos negócios a enfrentar a pandemia: “Administrador e Empreendedor: unidos no fortalecimento dos negócios“. A proposta ofereceu consultorias gratuitas para microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (MEs) e empresas de pequeno porte (EPP) que estavam enfrentando dificuldades para superar a crise. A ideia deu tão certo que entregamos a proposta para os CRAs, que passaram a executar o projeto em seus estados, cada um com suas especificidades e realidades.

O fato é que não paramos. Foi preciso realizar alguns ajustes, inclusive no quadro de colaboradores do CFA, por meio de um programa de demissão voluntária, a fim de equilibrar as contas da autarquia, que ficou ainda mais sensível com a pandemia. Não foram decisões fáceis, mais foram medidas dialogadas com o plenário e com os servidores da casa, provando que a gerência compartilhada também incluiu aqueles que, independente da gestão, seguem no conselho dando apoio à presidência, à diretoria e aos demais conselheiros na execução dos projetos e ações voltadas para a profissão.

Aos poucos, vamos retomando as nossas atividades presenciais, com todos os cuidados sanitários para garantir a segurança dos colaboradores e dos conselheiros federais. Chegamos ao fim de uma gestão difícil, porém não foi impossível. Enfrentamos um déficit orçamentário, ameaças do legislativo que, a cada dia, apresentava propostas de lei para enfraquecer os conselhos das profissões regulamentadas e, por fim,  uma pandemia com proporções sem precedentes.

Foi preciso ousadia para enfrentar tudo isso e as nossas próprias limitações. Porém, lutamos, nos superamos, vencemos. Tornamos-nos ainda mais resilientes. E, com orgulho, entregamos este Relatório de Gestão que registra todas as ações adotadas no biênio 2019-2020. Aproveitamos a oportunidade para agradecer todos os presidentes dos CRAs, os conselheiros federais e regionais e os colaboradores do Sistema CFA/CRAs. Estamos certos de que fizemos um bom trabalho e, certamente, a próxima gestão do Conselho Federal de Administração receberá uma autarquia melhor e mais forte.

Feliz Natal e um 2021 mais feliz para todos e todas!

Adm. Mauro Kreuz

Presidente do CFA

Adm. Rogério Ramos

Vice-presidente do CFA

Fonte: CFA

Fechar Menu